Avaliação de ameaças e prioridades para conservação

AVALIAÇÃO DE AMEAÇAS E PRIORIDADES PARA CONSERVAÇÃO

Para salvar espécies, primeiro precisamos entender como e onde as aves estão ameaçadas.

Primeiro é necessário estabelecer quais espécies correm correm riscos e quais são eles:

  • Qual é o grau de ameaça da espécie?
  • Qual o declínio populacional da espécie?
  • Por que ela está desaparecendo e quais são os riscos que podem levá-la à extinção?
  • Como a espécie está em uma determinada região?
  • Onde ela já desapareceu?

Essa avaliação é necessária para definir prioridades, identificar emergências e prevenir extinções.

O Parque das Aves recentemente se tornou sede do Centro da Comissão para a Sobrevivência de Espécies, da UICN, para o Brasil. Um dos objetivos principais do Centro será criar ou apoiar a criação de Listas Vermelhas como parte da Lista Vermelha Global. O Centro ficará à disposição de qualquer esforço para que instituições possam desenvolver suas listas vermelhas regionais, como parte da Lista Vermelha Global.

O Parque das Aves trabalha para criar Listas Vermelhas regionais e, em 2018, revisou a Lista Vermelha de Aves Ameaçadas do Estado do Paraná, em parceria com a HORI, a IAP e a SEMA, em um processo que durou um ano. Além disso, o Parque das Aves trabalha de várias formas para formar diagnósticos sobre o status e ameaças das aves da Mata Atlântica.

Participamos em censos de aves, mantemos um observatório das aves da Mata Atlântica e trabalhamos com diagnóstico atitudinal de pessoas, dentro do ramo das Ciências Sociais.

 

Av. das Cataratas, 12450
Foz do Iguaçu - PR
ao lado do Parque Nacional

 

Fone +55 45 3529-8282

.

Desenvolvido por  

 

Av. das Cataratas, 12450
Foz do Iguaçu - PR
ao lado do Parque Nacional
Fone +55 45 3529-8282

.

Desenvolvido por  

Av. das Cataratas, 12450
Foz do Iguaçu - PR
ao lado do Parque Nacional
Fone +55 45 3529-8282

.

Desenvolvido por