PARTICIPAÇÃO
EM PLANOS DE 
AÇÃO NACIONAL

O Parque das Aves integra o Grupo Assessor do Plano de Ação Nacional para Conservação de Aves da Mata Atlântica. Entre outras ações, o Parque das Aves é articulador de componentes para avaliar estabelecimento de populações ex situ e para reintrodução e revigoramento de espécies. Além disso, vários dos processos e oficinas de planejamento promovidos ou organizados pelo Parque das Aves atendem a demandas identificadas como parte de Planos de Ação Nacional e Programas Nacionais.

PARTICIPAÇÃO EM PLANOS DE  AÇÃO NACIONAL

O Parque das Aves integra o Grupo Assessor do Plano de Ação Nacional para Conservação de Aves da Mata Atlântica. Entre outras ações, o Parque das Aves é articulador de componentes para avaliar estabelecimento de populações ex situ e para reintrodução e revigoramento de espécies. Além disso, vários dos processos e oficinas de planejamento promovidos ou organizados pelo Parque das Aves atendem a demandas identificadas como parte de Planos de Ação Nacional e Programas Nacionais.

Case: Oficina de planejamento estratégico para a conservação integrada de sete espécies de psitacídeos

Em novembro de 2018, CPSG proporcionou um workshop para aplicação das diretrizes da IUCN SSC sobre uso de manejo ex situ para a conservação das espécies de papagaios contempladas no Plano de Ação Nacional para Conservação de Papagaios, do ICMBio, como também do periquito-de-cara-suja (Pyrrhura griseipectus), considerado o periquito mais ameaçado das Américas. O workshop foi organizado, custeado e cofacilitado pelo Parque das Aves, contando com Kathy Traylor Holzer, do CPSG, como facilitadora principal, e com apoio adicional de Kristin Leus, da CPSG Europa, e seguiu demandas geradas dentro do PAN Papagaios.

Foram contempladas as espécies papagaio-charão (Amazona pretrei), papagaio-chauá (Amazona rhodocorytha), papagaio-moleiro (Amazona farinosa), papagaio-de-cara-roxa (Amazona brasiliensis), papagaio-de-peito-roxo (Amazona vinacea), papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva), além do periquito-cara-suja (Pyrrhura griseipectus), dentro da proposta de Plano Único de Conservação (One Plan Approach), da IUCN.

Case: Oficina de planejamento para salvar a choquinha-de-alagoas e a rolinha-do-planalto

A choquinha-de-alagoas (Myrmotherula snowi) e a rolinha-do-planalto (Columbina cyanopis) são duas espécies à beira da extinção.

A rolinha-do-planalto é considerada Criticamente Ameaçada (CR) pela BirdLife International/UICN, e é uma das espécies mais raras do mundo. A espécie permaneceu 75 anos sem avistamentos, até que uma população foi redescoberta em 2015 em Botumirim, em Minas Gerais. Isso representa uma oportunidade única para entender a ecologia dessa espécie e implementar um programa de longo prazo para assegurar sua conservação e de seu habitat. Atualmente, o número total da população conhecida é de apenas 18 indivíduos.

 

 

 

 

 

Estima-se que restem apenas 40 indivíduos de choquinha-de-alagoas (Myrmotherula snowi) no mundo todo.

(Foto: Ciro Albano)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Estima-se que restem apenas 40 indivíduos de choquinha-de-alagoas (Myrmotherula snowi) no mundo todo.

(Foto: Ciro Albano)

 

 

 

 

 

A choquinha-de-alagoas é uma das espécies de aves com maior probabilidade de desaparecer em futuro próximo. Está Criticamente em Perigo (CR) e agora encontra-se apenas na Estação Ecológica de Murici, em um fragmento de Mata Atlântica no nordeste do Brasil. Estima-se que restem apenas 40 indivíduos no mundo todo. Duas outras aves com as quais compartilhou seu habitat foram globalmente extintas, entre as poucas extinções recentes de aves em um continente. É necessário que as ações para salvar a choquinha-de-alagoas e seus habitats do mesmo destino sejam implementadas com urgência.

A SAVE Brasil é a principal protagonista nas ações para ambas as espécies, e convidou o Parque das Aves para co-organizar uma oficina de planejamento para desenvolver estratégias e protocolos para salvar ambas as espécies, juntando especialistas brasileiros e estrangeiros de quatro continentes, com facilitação do CPSG. A ação integra um objetivo contemplado dentro do Plano de Ação Nacional para Conservação de Aves da Mata Atlântica e do Plano de Ação Nacional para Conservação de Aves do Cerrado e Pantanal, do ICMBio.

 

Av. das Cataratas, 12450
Foz do Iguaçu - PR
ao lado do Parque Nacional

 

Fone +55 45 3529-8282

.

Desenvolvido por  

 

Av. das Cataratas, 12450
Foz do Iguaçu - PR
ao lado do Parque Nacional
Fone +55 45 3529-8282

.

Desenvolvido por  

Av. das Cataratas, 12450
Foz do Iguaçu - PR
ao lado do Parque Nacional
Fone +55 45 3529-8282

.

Desenvolvido por